O CARBOIDRATO não é o grande vilão para seu emagrecimento. Saiba porquê.

A troca de alimentos refinados por nutrientes integrais é benéfica ao organismo.

Muitas pessoas que querem dar início ao processo de emagrecimento imaginam que a eliminação completa dos alimentos ricos em carboidratos são benéficas ao organismo. Ledo engano. Este é dos maiores mitos e erros a respeito dos conceitos de emagrecimento que as pessoas têm ao dar o primeiro passo em busca de uma vida saudável. Na contramão deste tema, consumir o chamado “bom carboidrato” pode ser um primordial aliado em um processo definitivo de emagrecimento.

O corte total do carboidrato, que inclui a ação de deixar de ingerir pães, arroz e massas, por exemplo, faz com que muitas pessoas se equivoquem no sentido de pensarem que o emagrecimento, desta forma, acontecerá de maneira mais rápida. Uma vez que esta teoria representa um grande mito, ideais bioquímicos e práticos precisam ser recordados.

Conceitos técnicos e físicos de cada organismo indicam que, de forma bastante didática, “as gorduras queimam em uma chama de carboidratos”. O componente é, portanto, o principal dispositivo que faz a gordura estocada queimar. Por isso, sempre que os carboidratos são retirados por completo da alimentação, a chama desta potente queima vai ficando cada vez mais fragilizada.

A partir do momento em que esta queima se torna uma ação cada vez mais ineficiente, a continuidade das atividades que visam a queima de gordura se dão por finalizadas, dado o baixo poder de reação do organismo.

Vários tipos de carboidrato

Saber qual espécie de carboidrato escolher para uma alimentação saudável é um dos principais desafios para quem se submete a um definitivo processo de emagrecimento. Infelizmente os carboidratos encontrados nos doces tradicionais não colaboram nesta etapa, mas, por outro lado, os carboidratos integrais (onde encontra-se o chamado “bom carboidrato” em abundância) auxiliam de forma bastante significativa nestas situações.

O organismo entende que a ingestão de um pão francês é bastante diferente do consumo de um pão integral, por exemplo. E a mesma tese se aplica ao arroz branco em comparação com o integral.

As opções integrais, onde normalmente notam-se as fortes presenças do bom carboidrato, são ricas em diversas propriedades benéficas ao organismo, como vitaminas, fibras e minerais, por não passarem por processos de refinamento.

Trocas alimentares 

Concentrar esforços para inserir a presença de alimentos integrais em uma nova rotina pode ser, então, o primeiro passo em busca de um cotidiano mais saudável.  A troca do arroz branco para o integral e do pão francês para o mesmo produto, só que da linha integral, é etapa fundamental deste processo na busca do consumo pelo bom carboidrato.

Uma vez que esta troca é  realizada com sucesso, o bom carboidrato auxiliará na queima de gordura de uma maneira extremamente eficiente.  Portanto, ficar atento e começar a observar a escolha dos alimentos ingeridos nas refeições é um dos principais desafios enfrentados por quem deseja adquirir hábitos mais saudáveis.

Um BOM CARBOIDRATO é um grande aliado para seu processo de emagrecimento.

Onde encontrar o bom carboidrato

Uma extensa lista de alimentos ricos no chamado bom carboidrato pode ser inserida no plano alimentar de todos aqueles que desejam um modo de vida mais saudável e qualificado. Confira:

  • Vegetais: todos. Se possível, consuma uma variedade do alimento diariamente.
  • Frutas: maçãs, bananas, morangos, etc.
  • Legumes: lentilhas, feijão roxo, ervilha, etc.
  • Nozes, amêndoa, avelã, macadâmia, amendoim, etc.
  • Sementes: chia e abóbora.
  • Grãos Integrais: escolha ingredientes como aveia, quinoa, arroz marrom, etc.
  • Tubérculos: batata, batatas-doces, etc.

A decisão correta

Para ter a melhor escolha no que diz respeito ao consumo do bom carboidrato presente nas refeições, é fundamental que se conheça cada alimento que não deve estar presente na dieta alimentar. A lista dos maus carboidratos:

  • Sucos industrializados, ou, da fruta (adoçado com açúcar).
  • Pão branco: estes carboidratos refinados são pobres em nutrientes essenciais.
  • Biscoitos recheados, bolos recheados, sorvetes, doces diversos, batata frita

Conclusão

Entender que a troca dos alimentos refinados pelos integrais é fundamental no processo de emagrecimento saudável e definitivo. O corpo sente a mudança.

Além disso, realizar a troca dos nutrientes ricos em carboidratos ruins pelos mais saudáveis também é primordial nesta fase, que pode ter início gradativo, mas deve ser sempre otimizada.